domingo, 11 de outubro de 2009

Tarte Berlinense de Maçã à Moda Antiga

Outubro aqui é sempre um mês especial, pois é comemorada a Unificação das duas Alemanhas. Este ano a comemoração é ainda maior, porque há vinte anos "caía" Muro de Berlim. Naquela época, este mês foi marcado por marchas pacíficas, de milhares de pessoas em diferentes metrópoles da Alemanha Oriental, de regime Comunista. A população só queria democracia e liberdade, mas nem passava pela idéia de ninguém uma unificação. Hoje, há como testemunha antigos vídeos feitos às escondidas, que em algumas cidades até setenta mil pessoas participaram destes protesto, como foi o caso de Leipzig! Arrepia, só de ver as pessoas calmamente e corajosamente enfrentando os tanques e gritando o lema "Nós é que somos o povo". Lindo!

Para comemorar também junto, mais uma vez usei o meu livro sobre bolos da Alemanha Oriental! Esta tarte é simples e deliciosa! Substituí as passas, pois o marido não gosta e fiz a tarte menor, mas não adaptei nada. A massa, devo confessar, é um pouquinho difícil de lidar, pois é mais mole do que as que conheço, mas seu sabor é delicioso. As receitas antigas são muitas vezes simples, mas surpreendem pelo sabor perfeito e assim é esta tarte! Espero que gostem!


TARTE BELINENSE DE MAÇÃ À MODA ANTIGA
Fonte: Livro DDR Backbuch (Bolos e Tortas da Alemanha Oriental)
Rendimento: tarte de 22cm de diâmetro

Ingredientes:
135 gramas de açúcar
135 gramas de manteiga
2 ovos*
200 gramas de farinha de trigo
casca ralada de 1/2(meio) limão
600 gramas de maçãs (usei tipo ácida)
1 e 1/2 colher de sopa de suco de limão
40 gramas de passas pretas**
2 colheres de sopa de rum**

*separado: um ovo e meio para a massa e meia gema, com um pouquinho de água, para pincelar
**substituí as passas ao rum por avelãs picadas

Instruções:
Bata a metade do açúcar com a manteiga até formar um creme. Acrescente um ovo e meio. Separe o restante da gema para pincelar depois. Junte a farinha e a casca de limão. Amasse até ficar homogênea. Faça um disco com a massa, enrole-a num filme plástico e deixe por no mínimo meia hora (aconselho a deixar mais tempo) na geladeira.

Enquanto isso, deixe as passas de molho no rum. Agora descasque as maçãs, tire os caroços e miolos e corte-a em fatias finas. Respingue com suco de limão. Reserve. Pré-aqueça o forno à 180ºC.

Unte uma forma para tarte de 22 cm com um pouco de margarina. Abra 2/3 da massa, com a ajuda de um rolo numa superfície polvilhada de farinha de forma que cubra o fundo e os lados da forma. Ou coloque a massa diretamente na forma. Neste caso, espalhe-a de maneira uniforme, com a ajuda do dedos. Fazer rolinhos compridos com o restante da massa e amassar formando tiras. Colocar por cima da tarte formando um gradil. Pincele com meia gema e leve ao forno até dourar, por cerca de 40 minutos. Deixe a tarte esfriar um pouco antes de servir polvilhada ou não com açúcar de confeiteiro. Bom apetite!

8 comentários:

  1. Adoro tartes de maçã, também não gosto de passas e prefiro mil vezes as avelãs :)
    Lembro-me perfeitamente da queda do muro... tinha 8 anos mas nunca mais me esqueço :)

    ResponderExcluir
  2. É tão bom tarte de maçã, por mim pode ser com passas, com um cafézinho sabia tão bem!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Andreia a chei que ficou maravilhosa! Adoro estas tortas!
    A minha bisavó era natural de Berlim, mas ela morreu antes de eu nascer.
    Gostaria de saber dela como era viver na Alemanha. Infelizmente não sei como foi a vida dela naquela época. Nem sei direito tb como ela foi parar no Brasil.
    Viva a liberdade!
    Bjs :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Deia!
    Adoro torta. Doce, salgada, com maçãs, com passas...o que colocar na mesa eu como!!
    Bjos.
    Dri.

    ResponderExcluir
  5. Oi
    Que gostosa essa receita.
    Parece ser uma delicia,
    vou fazer porque adoro,
    maçã.
    Beijos...
    Lucia.

    ResponderExcluir
  6. Andrea...menos mal que tem vc para traduzir estas receitas para a gente! rss
    Mas passei para lhe dizer que estou na MAIOR correria pq vou ficar fora 3 meses, em viagem.
    Ficarei meio sumida, mas lhe deixo um abraço, até que volte.
    Colocarei sempre alguma coisinha ali no blog, qdo puder, ok?
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Andrea querida!!
    O que seria de nossas vidas se não fosse a experiência do dividir...Muito obrigada por dividir conosco esse grande amor que é cozinhar! De forma muito simples porém minuciosa nos transporta a origens, costumes e vivências não nossas más que acabam fazendo parte de nossas histórias a cada bocada deliciosa!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin